Ler artigo

O Apanhador no campo de centeio

Antes de começar a ler O Apanhador no campo de centeio, falei sobre ele na terapia. Tive que falar. Eu morria de medo de ler o livro e, sei lá, fazer uma doideira. Lembro que a terapeuta perguntou: você acha que faria? E eu disse: não. Mas, honestamente, não acho que a maioria das pessoas que acaba fazendo uma doideira achou, algum dia na vida, que faria. Faz sentido?
livros sobre terrorismo Ler artigo

Livros sobre terrorismo

Acordei buscando materiais sobre o 11 de setembro. O assunto me é caro, minha monografia foi sobre ele e acredito que fazer reflexões e ler livros sobre terrorismo é uma forma de entender mais sobre o que se deve combater. De tabela, encontrei o filme 22 de Julho, dirigido por Paul Greengrass, diretor de Voo United 93. Já viu algum deles? Não. Tudo bem - experiências prévias não são requeridas para essa reflexão.
dom quixote o poço Ler artigo

Como Dom Quixote foi parar em O Poço?

Nota1: esse texto contém spoilers do filme O Poço. Se ainda não assistiu, mas pretende, não avance na leitura. Nota2: não coloquei a paginação das citações de Dom Quixote pois minha versão é a da Apple livros, que muda as páginas de acordo com o dispositivo (celular, computador, tablet). Se você quiser consultar uma das citações em específico, deixe-a nos comentários e eu aviso em qual capítulo ela se encontra. Nota3: a análise abaixo foi feita de acordo com minhas próprias interpretações do filme e do livro e, portanto, não tem teor de pesquisa. 
livros para quem tem preguiça Ler artigo

Livros para quem tem preguiça de ler

Quando alguém me diz que quer indicações de leitura pra quem tem preguiça de ler, eu fico é feliz: pelo menos há o interesse em começar a desenvolver esse hábito. Antes de tudo, vou advogar em causa própria: ler é uma delícia. Só esse argumento já poderia ser argumento o suficiente. Mas eu sei que o buraco é bem mais embaixo. No Brasil, da última vez que chequei, 44% das pessoas não tinham o hábito de ler e a média de livros lidos em um ano era de 3 a 4.  Ler é uma atividade que demanda tempo e dedicação.
Ler artigo

A herança literária de Carl Sagan

Ao finalizar a leitura de Contato, romance escrito pelo astrônomo Carl Sagan (1934-1996) em parceria com sua esposa, Ann Druyan (que produziu a série Cosmos, estrelada pelo físico), tive o seguinte pensamento: isso não é um livro, é uma herança literária. Esse sentimento também me ocorreu quando terminei O mundo assombrado pelos demônios, a primeira obra de Sagan que tive o prazer de ler. Foi através dela que conclui ser impossível, para alguém que gosta de ciência e bons livros, passar por essa vida sem ler tudo que ele deixou para a humanidade.
Ler artigo

Ócio criativo: procrastinação ou trabalho?

Antes de conhecer o conceito de ócio criativo, uma das coisas que eu sentia com frequência era culpa. Afinal, sou dessas pessoas que adora tirar uma soneca depois do almoço, mas que nunca admite publicamente porque tem medo de ser taxada de preguiçosa.  Eu, de fato, me sentia bem preguiçosa. Às vezes, ainda acho. Mas só às vezes. E vou te contar a razão.
Ler artigo

Dica de leitura: Hibisco Roxo

Por Viviane Fontes
Hibisco roxo, obra de Chimamanda Ngozi Adichie, é algo que precisa ser lido. Kambili é uma adolescente de 15 anos que vive em uma grande casa, confortável e aconchegante, com a família. O pai Eugene, homem rico, dono de indústrias e de um jornal, a mãe Beatrice, dona de casa, e o irmão mais velho, Jajá. É através do olhar da menina que conhecemos um pouco da Nigéria e toda sua complexidade. 

Assine a newsletter!

Deixe seu e-mail e você receberá o Literama em sua caixa de entrada!