Se estivesse vivo, J.R.R. Tolkien – ou John Ronald Reuel, para os íntimos – seria um fenômeno da natureza, com 127 anos. O senhor de idade poderia não ser tão simpático, ou paciente, embora tivesse certa facilidade em fazer amigos. Mas, certamente, seria uma máquina de inventar histórias, línguas e mundos.